Filmes pedidos voltam a Aldoar
17-11-2017
António-Pedro, Eduardo Raon e Ricardo Freitas, da Companhia Caótica, regressam ao Auditório do Centro Paroquial de Aldoar, na tarde deste domingo, para nova sessão de filmes pedidos e com música ao vivo.

Inserida no programa municipal Cultura em Expansão, esta iniciativa, que tem início pelas 17 horas e é de acesso livre, dura cerca de 40 minutos e dá sequência à sessão realizada em outubro passado.
Os princípios são também os mesmos, designadamente a inspiração na época de nascimento do cinema, então mudo mas acompanhado por música ao vivo. Aqui, cabe a António-Pedro, Eduardo Raon e Ricardo Freitas promover o encontro do cinema com a música, sendo porém novidade esse acompanhamento musical por constar de "banda sonora" que nunca antes acompanhou o filme. É, além disso, improvisada.

Por outro lado, o próprio filme é escolhido pelos espectadores a partir de um "menu do dia", sendo portanto a novidade e a surpresa características dominantes destes Filmes Pedidos.

Ficha técnica:
Conceito e direção artística, bateria, percussões, melódica, voz: António-Pedro  
Harpa e eletrónica, daxofone, stylophone, voz: Eduardo Raon
Baixo acústico, efeitos, voz: Ricardo Freitas
Apresentação e locução de intertítulos: Marta Azenha
Curadoria dos filmes: Nuno Sena
Colaboração: Caroline Bergeron
Figurinos: Zafu Futon
Produção executiva: Maria João Garcia e Patrícia Domingos
Produção: Companhia Caótica
Coprodução: Teatro Viriato
Criado sob encomenda do Centro Cultural de Belém/Fábrica das Artes (2015)

A entrada é livre, mas sujeita à lotação do auditório.