Rui Moreira explicou aos moradores do Bom Pastor o que vai mudar no bairro
04-04-2018

O presidente da Câmara, Rui Moreira, esteve ontem, ao final da tarde, juntamente com o vereador da Habitação e Coesão Social, Fernando Paulo, em sessão com os moradores do Bairro do Bom Pastor, para dar conta do andamento das obras naquele complexo habitacional localizado na freguesia de Paranhos.


A segunda e maior fase da intervenção foi iniciada em meados de fevereiro e contempla oito blocos, áreas envolventes e o Centro de Dia e Núcleo Desportivo, num investimento superior a quatro milhões de euros (4.199.008,71 €) e que deverá estar concluído em julho de 2019.


Rui Moreira reiterou - tal como havia feito na apresentação das obras os moradores em julho de 2017 - que este género de empreitada reflete-se positivamente no ambiente do bairro e na redução do vandalismo, regenerando o sentimento de pertença ao lugar.


A Câmara do Porto, via empresa municipal Domus Social, iniciou em julho de 2017 a primeira fase do calendário de obras, com os trabalhos - orçados em 1.373.362 € - a incidirem sobre os blocos 7 (já concluído) e 10 (em conclusão).


Esta segunda parte da reabilitação abrange agora os blocos 1,2,3,4,5,6,8 e 9. Compreende trabalhos ao nível de coberturas (aplicação de novo sistema de revestimento e trabalhos complementares); fachadas e empenas (isolamento térmico); instalação e remodelação de equipamentos mecânicos (rede de gás, sistemas de ventilação e exaustão); ou instalação de sistema solar térmico e fotovoltaico.


Inclui, ainda, a aplicação de vãos envidraçados exteriores; o encerramento e tratamento das caixas de escadas coletivas; e a instalação e remodelação de equipamentos hidráulicos e instalações elétricas e de telecomunicações (ITED).
Serão feitos arranjos exteriores (recuperação da envolvente própria) e reabilitado o Centro de Dia e Núcleo Desportivo.


Construído em 1974, o Bairro do Bom Pastor é constituído é constituído por 274 fogos, distribuídos por 10 blocos, que são residência de cerca de 650 pessoas.