01/07/2021

A Associação de Moradores do Bairro da Tapada convidou, esta semana, o presidente da Câmara do Porto a visitar aquele complexo habitacional, situado na zona das Fontainhas.


Rui Moreira, acompanhado pelo vereador da Habitação, Coesão Social e Educação, Fernando Paulo, e os administradores da Domus Social, Filipa Melo e João Sendim, visitaram algumas casas e participaram, também, numa sardinhada de São Pedro, oferecida pela associação de moradores.


A visita permitiu aferir a importância de reabilitar o conjunto habitacional e identificar as principais soluções que o projeto de requalificação deve contemplar para responder às necessidades da população que ali reside.

O Bairro da Tapada, implantado na Rua da Corticeira, n.º 31 e 33, foi adquirido pelo Município do Porto, e, posteriormente, transferida a gestão do complexo para a empresa municipal Domus Social.


É constituído por 38 casas (22 casas no edifico norte e 16 casas no edifício sul), 35 das quais arrendadas. Está em curso um processo de atualização dos dados destinados a obter informação atualizada sobre a composição e caraterização socio familiar.


Recorde-se, que a Câmara do Porto comprou o Bairro da Tapada por 1 milhão de euros, de modo a garantir a manutenção da função social do edificado e dos contratos de arrendamento existente, acionando o exercício do direito de preferência e de modo a travar a especulação imobiliária daquele local.

Galeria
Item 1 de 20