Sarna (Teatro)

Numa produção da companhia Assédio Teatro, Sarna é a história de muitas e imaginárias vinganças de esquina escura, e de falhados sonhadores. A peça articula dois monólogos interpretados pelo mesmo ator, Pedro Frias. No primeiro, narra-se, pela boca do perseguidor, a perseguição e martírio de Rookie Lee, acusado de contaminar o gang com sarna. O segundo é o de Rookie Lie, e narra o modo como o seu perseguidor morre para salvá-lo. O calão violento e grosseiro, um trabalho de linguagem em permanente reinvenção do seu estatuto, dão marca de um universo urbano em desagregação, por todos os lados ameaçado, condição metaforizada na doença de pele.


Data: Sábado, 22 de abril
Hora: 21h30
Duração: 90 minutos
Local: Associação dos Moradores do Bairro Social da Pasteleira - Previdência/Torres (Rua Gomes Eanes de Azurara, 129)
Classificação Etária: M16
Iniciativa: Cultura em Expansão

Ciclo: Arena (Teatro)
Entrada: Gratuita

Mais informações sobre o programa completo aqui.