Iniciada a segunda fase de obras de manutenção preventiva no Bairro do Viso
27-07-2017

Antecipar necessidades e agir sem dar tempo à instalação da degradação - é este o conceito que contextualiza as Obras de Manutenção Preventiva no Bairro do Viso, em Ramalde, que ontem entraram na segunda fase. Após cumprida a intervenção nos Blocos 1 a 8, em 2016-17, agora é a vez dos Blocos 9 a 16 e as Torres 1 a 4 deste agrupamento habitacional beneficiarem de várias melhorias.

 

Um investimento de €763.562,22, esta segunda fase da empreitada abrange um total de 190 fogos, tendo um prazo de execução de 240 dias. Os trabalhos a realizar foram ontem explicados aos moradores pelo presidente da Câmara, Rui Moreira, e por responsáveis da empresa municipal Domus Social.

 

A criação de maior conforto térmico é uma das características principais a atribuir aos edifícios. Aplicação de novos revestimentos em coberturas e fachadas, colocação de vãos envidraçados exteriores, reabilitação do sistema de drenagem de águas pluviais e melhorias nas caixas de escadas e áreas de circulação, designadamente a reparação de pavimentos e colocação de iluminárias, são as vertentes contempladas.

 

No encontro com os moradores, Rui Moreira explicou a pertinência da política profilática "adotada há três anos" pela Domus Social. "Antes, só quando os bairros estavam em situação de grande degradação é que se intervinha. Foi entendimento do Município que era importante, independentemente da sua situação financeira - que não nos permite fazer todas as intervenções nos bairros ao mesmo tempo -, proceder a obras antes de os edifícios se degradarem", explicou o autarca, completando que esta atitude de prevenção se torna menos custosa para a Câmara e menos penosa para os munícipes. Aliás, antes "contribui para a tranquilidade e qualidade de vida" dos habitantes.

 

Construído em 2001, o Bairro do Viso tem perto de 600 residentes e 254 fogos.